terça-feira, 21 de janeiro de 2014

SEMTUR e SEBRAE lançam projeto Turístico em Santarém






O SEBRAE em parceria com a Prefeitura de Santarém, através da SEMTUR, promoveu ontem dia 20/01 em Santarém e promove hoje dia 21/01 em Alter do Chão o lançamento do projeto : DESENVOLVIMENTO DO TURISMO RECEPTIVO NO ESTADO DO PARÁ.

O Projeto do SEBRAE visa micro e pequenas empresas além do MEI´s do trade turístico local nos segmentos de Alimentação, Bares e restaurantes, meios de hospedagens e Receptivos.

Com o objetivo de fomentar ainda mais o turismo local por meio de qualificação e capacitação empresarial através da inovação e disseminação de boas práticas.

O Encontro aconteceu ontem no auditório da SEMTUR em Santarém e hoje será em Alter do Chão com empresários da vila.






Um comentário:

Anônimo disse...

Sou “GUIA DE TURISMO”, formada por uma instituição federal, na cidade de Santarém no Pará, entre aspas porque aqui em Santarém não tem uma associação, ou um sindicato regulamentador. Estou aqui para denunciar o monopólio e a exploração do serviço nos transatlânticos que aqui chegam, exercido pelo “operador de turismo” Joaquim Santos, que na verdade se acha mas é um terceirizado. Ele seria o representante da Brasil Shore Excursion e sua empresa é a Amazon Shore Excursion. Estou sem exercer a atividade desde o começo da temporada 2012/2013. É uma vergonha como a cidade vivencia uma mesmice como essas, fico indignada a que ponto chega ” o não fazer nada” da secretaria de turismo do município, que faz vista grossa diante desta situação, hoje tem a Portaria Nº 311 do Ministério do Turismo que “Institui a forma e os procedimentos de fiscalização dos prestadores de serviços turísticos pelo Ministério do Turismo e seus órgãos delegados”, mas não faz nada.O senhor Joaquim, para quem o conhece e sabe da sua fama, sabe que o mesmo explora, humilha os trabalhos dos guias que de certa forma só sobrevivem disso, deixando-os dependentes da sua vontade, aceitando o que esse péssimo “patrão” impõe. E se alguém for questioná-lo, ou se alguém de certa forma for criticá-lo ou até mesmo ir contra a sua vontade, é cortado para trabalhar nos próximos navios, E os deixa na própria frase dita. “A VER NAVIOS”. Falo porque já presenciei isto com um guia. Sem contar na mísera “diária” que é paga de R$ 150,00(cento e cinqüenta reais) meio período e R$250 (dois serviços) e que não são pagas no mesmo dia, perfazendo meses para ele pagar e os guias ainda têm que se deslocar de suas casas até a residência do mesmo para receber tal valor, correndo o risco e tendo mais gastos. PRECISAMOS ACABAR COM ESSE MONOPÓLIO, E CRIARMOS UMA ENTIDADE E UM SINDICATO DIGNO DE VERDADEIROS GUIAS. SEM IMPOSTORES E EXTORÇÕES. Não importa o quanto você fale inglês ou outro idioma, você precisa bajular e agir com puxa-saquismo para entrar na chamada “elite de guias de Santarém”, assim definidas por eles, guias que só se acham, o bam-bam-bam, o que vemos é que esse problema não é de hoje mas de vários anos, e os órgão de turismo da cidade permanecem de olhos fechados a empresa desse homem, sem que haja qualquer fiscalização.

Total de visualizações

Traduzido Por: Template Para Blogspot - Designed By Seo Blogger Templates