segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Santarém - A descoberta da Pérola


* Por Áureo Roffé


           Admirada por quem a visita, Santarém sempre foi vista como uma cidade, de grande potencial Turistico. A "Perola do tapajós" como é conhecida carinhosamente, foi um dia comparada com o "Caribe" e hoje impõe-se a essa comparação pois suas caracteristicas amazônicas são inigualáveis. Com aproximadamente 350 mil habitantes e posição geográfica privilegiada, desponta com personalidade, abstraindo-se apenas do potencial e buscando sua inclusão no cenário nacional de forma representativa. Cidade com um nome de origem lendária, possui um patrimônio natural único, onde por decisão própria, o universo conspirou para que à sua frente, acontecesse um dos mais belos encontros de águas pertencentes aos rios Amazonas e Tapajós.
Santarém tornou-se cidade turística oficialmente em 1998, e logo em seguida, foi indicada como cidade sede do Pólo Tapajós em ecoturismo pela EMBRATUR. Em 2008, a cidade se revela e desponta como município referência em ecoturismo por sua vocação natural, isto significa fazer parte de um seleto grupo entre 10 cidades brasileiras, escolhidas pelo Ministério do Turismo, para se tornarem competitivas no cenário nacional com qualidade internacional. Em 2006, com base nos princípios da cooperação, integração, sustentabilidade ambiental, econômica, sociocultural e político institucional, o Ministério do Turismo apresentou o resultado do programa de regionalização com 396 roteiros, 149 regiões turísticas, 1207 municípios; 87 foram priorizados para receber investimentos, e destes 87, 65 foram escolhidos e Santarém esta incluída. O que antes era vocação em potencial, hoje, é realidade.
Com títulos como esses, a indústria denominada “turismo” exigirá ações prioritárias por parte do governo federal para Santarém, trazendo um retorno financeiro extraordinário para a pérola do tapajós e sua inclusão na maioria dos programas ministeriais. O turismo é uma atividade de importância fundamental para o crescimento da economia de nosso município devido não somente a sua contribuição significativa para o aumento do PIB, (Produto Interno Bruto) como também pela potencial capacidade de geração de trabalho, ocupação e renda, com impactos na melhoria da qualidade de vida da população. 
Segundo fonte da Infraero (2008), Santarém atualmente possui o segundo pátio mais movimentado da região, com um aumento de 28% no número de pouso de aeronaves entre 2005 e 2007, e de 47% no numero de visitantes entre embarques e desembarques passando de 181.438 para 338.091 passageiros.
Os meios de hospedagem em Santarém cultivam uma taxa de ocupação nas unidades habitacionais de 65%, acima da média da região que é de 48,56%, isto representou um contingente de 23.694 turistas somente no mês de julho (PARATUR, 2007), com uma permanência em média 2,97 dias. (fonte/pesquisa SEMTUR)
De acordo com dados da Relação Anual de Informações Sociais (2007) – RAIS, do Ministério do Trabalho e Emprego, e considerando as Atividades Características do Turismo – ACT, com base em uma matriz que agrega 12 setores da economia, de acordo com metodologia da OMT, o mercado formal de trabalho em turismo no Pará apresentou um crescimento de 6,7%, e, em Santarém, nos primeiros seis meses deste ano, trouxe o melhor resultado da década, mais de mil por cento a mais do que os 58 novos empregos gerados no primeiro semestre de 2007. (Fonte - ACES/ CAGED)
O setor de Serviços foi o que mais emprego gerou no primeiro semestre, com um saldo positivo de 351 postos de trabalho, apontando para um crescimento de mais de 100% na geração de empregos neste setor. Segundo ainda os dados do CAGED, (Cadastro Geral de  Empregados e Desempregados), o setor vem mantendo resultados positivos no primeiro semestre desde o ano de 2003, representando uma nova alternativa, ampliando sobremaneira os horizontes econômicos de nossa região, criando um leque de grandes possibilidades de negócios, com a geração de enormes dividendos ao Estado e aos empreendedores que começam a se alvoroçar frente desta nova realidade.



* Áureo Roffé, é Coordenador da Divisão de Turismo da SEMTUR (Secretaria Municipal de Turismo), com MBA em Marketing e professor dos Cursos de Turismo, Gestão Ambiental e Administração do IESPES.





Nenhum comentário:

Total de visualizações

Traduzido Por: Template Para Blogspot - Designed By Seo Blogger Templates