segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Romance reconstrói a valentia cabana

Capa da obra
“Romance reconstrói a valentia cabana” este é o tema da reportagem de Elielton Amador no caderno Magazine do Jornal O liberal de domingo (dia 06).
A memória da Cabanagem paraense ganhou ressonância na escrita da paulista Deborah Kietzmann Goldemberg autora de “Valentia” (Grua, 2012) que traz o fato histórico para a sua contemporaneidade. Ela, que também é antropóloga, participou com mais uma dúzia de pesquisadores, jornalistas e cineastas paulistas e paraenses da caravana da Memoria Cabana, organizada pelo Frei Florêncio Vaz (de Santarém), antropólogo indígena.
“Valentia” tem essa importância documental sem perder o valor criativo de uma literatura contemporânea. Não à toa, o livro foi indicado ao prêmio Machado de Assis, da Biblioteca Nacional, concorrendo com outras 22 obras contemporâneas, incluindo os últimos livros de Bernardo Kucinski e Nélida Piñon.
Em entrevista por e-mail  ao Jornal O Liberal, a autora fala um pouco mais sobre a sua obra.
“O livro nasceu de um convite do Frei Florêncio Vaz (de Santarém) para embarcar numa caravana fluvial pela região onde houve resistência ribeirinha da Cabanagem, para colher a memória da história que as mulheres idosas guardavam com elas. Ele conduz um trabalho de valorização cultural na região de longo prazo.(...) O Frei Florêncio organizou um roteiro de visitas em Santarém e nas margens dos rios Arapiuns e Tapajós, com base no conhecimento dele na região. Priorizou os lugares onde havia mais pessoas idosas e interessadas no tema. Íamos nas comunidades e conversando com idosos e outras pessoas que se interessavam em contar o que sabiam da Cabanagem.”
E quando questionada sobre quando pretende vir ao Pará novamente divulgar o seu livro, Deborah Goldemberg respondeu que “ Gostaria muito de ir. Havia a possibilidade de ir em janeiro para Santarém, mas não consegui me organizar. Idealmente, faria um lançamento em Belém, São Luís e Manaus. Vamos torcer para isso. Quem sabe, a partir de um convite, para garantir que haja público interessado. Meu editor tem vontade também.”
No Blog dedicado especialmente a obra, você pode ter maiores informações. Acesse http://valentiaoromance.blogspot.com.br/

Fonte: O liberal – Magazine (domingo, 6 de janeiro de 2013).


Nenhum comentário:

Total de visualizações

Traduzido Por: Template Para Blogspot - Designed By Seo Blogger Templates